Ministro da Índia diz que Paquistão se tornou 'frágil'

O ministro do Interior da Índia, P. Chidambaram, disse hoje que o Paquistão se tornou um Estado "frágil" e que foi o "epicentro global do terrorismo" na abertura das conversações com a secretária de Segurança Interna dos Estados Unidos, Janet Napolitano.

AE, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 19h17

"Nem é preciso dizer que talvez a Índia esteja em umas das vizinhanças mais difíceis do mundo. O epicentro global do terrorismo é nosso vizinho imediato a oeste", declarou Chidambaram.

"Hoje, diferentes grupos terroristas agindo nos refúgios do Paquistão têm se unido cada vez mais, a sociedade está se tornando cada vez mais radicalizada, a economia paquistanesa se enfraqueceu e a estrutura do Estado se tornou frágil", acrescentou.

Ele fez as declarações na abertura das conversações com a secretária de Segurança Interna dos EUA em Nova Délhi, de acordo com a cópia do discurso postada no site do Ministério do Interior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
terrorismoPaquistãoÍndiaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.