Ministro da Indonésia faz alerta sobre impacto da crise

As exportações da Indonésia, maior economia do sudeste da Ásia, poderão desacelerar mais nos próximos meses se a crise da Europa não for resolvida rapidamente, afirmou o ministro do Comércio do país, Gita Wirjawan.

AE, Agência Estado

16 de junho de 2012 | 20h33

"Indiretamente nós fomos impactados e continuaremos a ser com o que está acontecendo na Europa", afirmou Wirjawan em entrevista antes da cúpula do G-20 na próxima semana.

"O destino dos nossos produtos e serviços está sendo afetado pelo que está acontecendo na Europa, então não há razão para nós não acreditarmos em uma desaceleração, se as coisas não mudarem", acrescentou.

A Indonésia, é um grande exportador de cobre, estanho, óleo de palma, e borracha, que são comprados por grandes economias asiáticas, EUA e UE - e registrou seu primeiro déficit comercial em dois anos em abril. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
G-20Indonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.