Ministro da Segurança Interna de Israel renuncia

O ministro de Segurança Interna israelense, Tzachi Hanegbi, do Partido Likud, renunciou ao cargo, após a Procuradoria-Geral pedir a abertura de investigação contra ele por suspeita de corrupção. Vários altos funcionários queriam sua saída, já que esse Ministério supervisiona a polícia que o investigará. Hanegbi é acusado de ter ordenado mais de 40 nomeações políticas ilegais entre 2001 e 2003, quando ocupou a pasta do Meio Ambiente. Ele permanecerá no governo como ministro sem pasta, informou a Rádio Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.