Ministro das Finanças da Alemanha diz que Grécia precisa cumprir o que prometeu

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, afirmou que não é necessário discutir "alternativas" ou mais desembolsos de ajuda para Atenas, já que "a Grécia tem de cumprir o que prometeu" primeiro em seu atual programa de ajuda. Schaeuble falou durante entrevista a uma rádio.

Estadão Conteúdo

24 de maio de 2015 | 09h49

"A Grécia se comprometeu a cumprir este programa em 20 de fevereiro e portanto nós não temos de conversar sobre alternativas", afirmou o ministro em entrevista à rádio Deutschlandfunk, levada ao ar neste domingo. A autoridade acrescentou que o país tem "bastante trabalho pela frente para cumprir o que foi prometido".

A Grécia e seus credores estão estudando maneiras de evitar que o país declare um default em dívidas com o Fundo Monetário Internacional (FMI) em junho. As negociações entre as partes continuam, enquanto o governo de Atenas segue pressionado ante o risco de ficar sem dinheiro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaGréciafinanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.