Ministro demitido critica Lugo por trocas

Demitido do cargo de ministro de Interior do Paraguai após a morte de 17 pessoas - sete policiais e dez agricultores - em uma tentativa de desocupação, Carlos Filizzola criticou ontem o presidente Fernando Lugo. Segundo ele, ao trocar o comandante de Polícia Paulino Rojas por Arnaldo Sanabria o presidente forçou a aposentadoria de vários oficiais superiores de Sanabria. A Câmara estuda abrir um julgamento político contra o ex-ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.