Ministro diz que Irã financiou ataque da Jihad a Israel

O Irã transferiu recentemente US$ 1,8 milhão para militantes do grupo islâmico Jihad na Cisjordânia, encorajando-os a atacar Israel faltando poucos dias para as eleições de 28 de março, disse o ministro da Defesa israelense em entrevista publicada nessa terça-feira. O dinheiro veio do Irã, através da Síria, e depois entrou na Cisjordânia, informou Shaul Mofaz em entrevista ao Ynet, o site do jornal Israeli Yediot Ahronot. "Nós sabemos que o Irã transferiu US$ 1,8 milhão no mês passado para a organização islâmica Jihad com ordem para financiar ataques terroristas contra Israel", disse Mofaz. O Hezbollah, grupo de guerrilha iraniano que opera no Líbano, "também está envolvido em algumas operações de terrorismo aqui, e manda mensagens, assim como dinheiro, via Irã, para a Jihad Islâmica e o Hamas", acrescentou Mofaz.

Agencia Estado,

21 Março 2006 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.