Ministro diz que queda do iene reflete melhora dos EUA

O ministro de Economia do Japão, Akira Amari, disse hoje que a rápida queda do iene frente a outras moedas importantes reflete uma recuperação da economia dos Estados Unidos, assim como a melhora do Japão com as políticas econômicas do primeiro-ministro, Shinzo Abe.

AE, Agência Estado

09 de maio de 2013 | 23h05

Amari enfatizou que "a economia japonesa num ritmo sólido de recuperação" e disse que a taxa de câmbio é determinada em função de mudanças dos indicadores econômicos.

O dólar superou hoje a marca de 100 ienes pela primeira vez em mais de quatro anos. Amari reiterou que o Japão não tem o objetivo de manipular o mercado de câmbio. "Nós não temos nenhuma intenção de manipular as taxas de câmbio. Elas são determinadas pelo mercado", ele disse. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoministroiene

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.