EFE
EFE

Ministro do Interior da França confirma morte do atirador de Toulouse

Mohammed Merah estava cercado desde a madrugada de quarta-feira e chegou a dizer que iria se entregar

estadão.com.br,

22 Março 2012 | 07h55

São Paulo, 22 - O ministro do Interior da França, Claude Guéant, confirmou há pouco a morte de Mohammed Merah, assassino confesso de um professor e três crianças em frente a uma escola judaica de Toulouse, no sul do país, e também de três militares.

Segundo o ministro, às 11h30 desta quinta-feira (7h30 no horário de Brasília), a polícia resolveu invadir o apartamento onde estava Merah, no bairro Côte Pavée. De acordo com as autoridades, ele reagiu e houve um tiroteio, no qual três policiais foram atingidos.

Na sequência, ainda de acordo com as declarações do ministro do Interior francês, Mohammed Merah pulou da janela e morreu na queda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.