PATRICK KOVARIK/AFP
PATRICK KOVARIK/AFP

Ministro do interior dirige-se a mercado invadido por atirador

FERNANDO NAKAGAWA E ANDREI NETTO, Estadão Conteúdo

09 de janeiro de 2015 | 11h09

O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, dirige-se neste momento ao bairro de Porte de Vincennes, onde um atirador entrou em um supermercado e teria feito reféns. A ida do ministro foi pedida pelo presidente François Hollande.

A invasão teria ocorrido no supermercado "Hyper Cacher" que vende produtos kosher. Autoridades ainda não confirmaram a informação. Há relatos, também não confirmados, de que haveria pelo menos um ferido e um refém.

O jornal Le Monde afirma ser "provável" que o atirador seja o mesmo que matou uma policial na quinta-feira em Montrouge, no sul de Paris.

Tudo o que sabemos sobre:
Françamercadoministrorefém

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.