Ministro do Taleban pede recuo em ataques

O ministro de Relações Exteriores do Taleban, mulá Abdul Wakil Muttawakil, pediu aos EUA que reduzam os ataques no Afeganistão, para que a ala moderada dos líderes talebans possam reconsiderar a possibilidade de entregar Osama bin Laden, disse uma fonte diplomática ocidental esta manhã. Fontes do governo do Paquistão disseram, segundo a agência de notícias Kyodo, que Muttawakil acertou com representantes do ex-rei do Afeganistão, Zahir Shah, ajudar na retirada do líder do Taleban, mulá Mohammed Omar, e na formação de um novo governo no país. Muttawakil teria feito o pedido durante visita secreta de poucos dias ao Paquistão. Segundo a fonte, o ministro já estaria de volta ao Afeganistão. Na segunda-feira, a TV do Catar Al-Jazeera informou que o ministro teria viajado aos Emirados Árabes Unidos. Um porta-voz do Taleban negou a notícia, mas alguns representantes da milícia em Kandahar disseram a jornalistas, por telefone, que Muttawakil estava "em uma missão" pelo Taleban. Muttawakil é considerado um líder moderado dentro do Taleban. Ontem, o presidente do Paquistão disse que o um novo governo do Taleban deveria ser multiétnico, com participação inclusive de moderados do Taleban. Não se sabe se o presidente estava ciente dos encontros secretos de Muttawakil e enviados do ex-rei. Outras fontes dizem que Muttawakil teria se reunido com representantes do governo do Paquistão e que tais encontros estariam relacionados à ida do embaixador do Taleban no Paquistão, Abdul Salam Zaeef, à base do Taleban em Kandahar, no Afeganistão. Leia o especial

Agencia Estado,

17 Outubro 2001 | 11h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.