Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Ministro dos Transportes da Argentina morre em acidente de carro

Mario Meoni, de 56 anos, estava a caminho da cidade de Junín, onde foi prefeito por 12 anos

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2021 | 04h23

Buenos Aires — Morreu, na noite de sexta-feira, 23, o ministro dos Transportes da Argentina, Mario Meoni, vítima de um acidente de trânsito. Ele tinha 56 anos e comandava a pasta desde a eleição do presidente Alberto Fernández, em dezembro de 2019.

O acidente ocorreu próximo à cidade de San Andrés de Giles, localizada na província de Buenos Aires. Segundo fontes, o ministro viajava sozinho em direção a Junín, onde foi prefeito de 2003 a 2015.

“Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento de Mario Meoni, um político completo, incansável e honesto”, escreveu o presidente do país, Alberto Fernández, em seu perfil oficial no Twitter.

Após tomarem conhecimento da morte de Meoni, por volta da meia-noite, outros integrantes do governo prestaram homenagens ao político, que começou sua carreira no atual partido de oposição União Cívica Radical. “Imensa tristeza pela morte de Mario Meoni. Um grande parceiro, enormemente comprometido com sua tarefa à frente do Ministério dos Transportes", escreveu o chefe de Gabinete da Argentina, Santiago Cafiero.

Os políticos da oposição também enviaram suas condolências. “Lamento muito a morte de Mario Meoni, ministro dos Transportes da nação. Minhas condolências aos seus familiares e entes queridos neste momento terrível", disse o prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta.

O último ato público de Meoni aconteceu na sexta-feira na cidade de Rosário, onde oparticipou de uma reunião do gabinete Federal./EFE

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.