Ministro espanhol afirma que a história julgará Pinochet

O ministro de Assuntos Exterioresespanhol, Miguel Ángel Moratinos, lamentou nesta segunda-feira que o generalAugusto Pinochet não tenha sido julgado e afirmou que "ahistória o julgará". "A única coisa que podemos lamentar é que a Justiça não vájulgá-lo estando vivo, mas a história o julgará, ela ditará asentença", afirmou Moratinos, assim que chegou ao Conselho de AssuntosGerais e Relações Exteriores em Bruxelas. "Considero que os chilenos, felizmente, já viraram anos atrásessa página negra e obscura da história do Chile sob a ditadura dogeneral Pinochet", disse o ministro, que acrescentou, no entanto,que toda pessoa, quando morre, merece respeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.