Ministro iraniano assegura que resposta do Irã será dada no fim de agosto

O ministro de Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, disse, neste domingo, que o país responderá à proposta apresentada pelos membros permanentes do Conselho de Segurança no final de agosto. "Responderemos na última semana (do mês islâmico) de Mordad", assegurou Mottaki, segundo a agência Irna. O Mordad termina em 22 de agosto. Além disso, o responsável da diplomacia de Teerã afirmou que as conversas que o país mantém com as autoridades européias "não são a resposta inicial do Irã, mas o início para uma resposta".Em relação à cúpula do G8 - os sete países mais industrializados mais a Rússia - que acontecerá entre os dias 15 e 17 de julho em São Petersburgo (Rússia), Mottaki disse que a reunião não estará completa se o Irã não estiver presente."As negociações devem ser multilaterais e a elas devem assistir todas as partes", disse o ministro.O chefe da diplomacia iraniana advertiu também que qualquer decisão sobre o caso nuclear iraniano na cúpula do G8 sem a participação do país "prejudicaria o positivo processo das negociações".A oferta apresentada em junho ao Irã pela Alemanha e os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU consiste em um conjunto de incentivos, como a transferência de tecnologia nuclear de uso estritamente civil e vantagens comerciais em troca de que Teerã suspenda todas as atividades de enriquecimento de urânio.Caso aceite a proposta, o Irã receberia um reator de água leve e o combustível necessário para seu funcionamento e sua candidatura a membro da Organização Mundial do Comércio (OMC) receberia o respaldo internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.