Ministro japonês sugere satisfação com nível do iene

O ministro da Economia do Japão, Akira Amari, sugeriu neste domingo, 19, que o governo japonês está feliz com o atual nível do iene e disse que a valorização excessiva da moeda já foi corrigida e que um enfraquecimento maior pode ser prejudicial à economia.

Agência Estado

19 de maio de 2013 | 09h40

Questionado sobre quanto mais o iene poderia desvalorizar ante o dólar, Amari disse que não poderia comentar, mas que "tem sido dito que a correção do iene forte já foi completada". "Se o iene continuar caindo mais, haverá impacto negativo na vida das pessoas", disse, em programa de entrevistas do canal NHK.

Os comentários foram feitos depois de o dólar apreciar e ultrapassar os 103 ienes pela primeira vez em quatro anos na sexta-feira, 17, marcando um ganho de 3% só na semana passada e de 30% desde meados de novembro, quando o primeiro ministro Shinzo Abe começou sua campanha pró-crescimento e pelo enfraquecimento do iene. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoministroiene

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.