Imagem cedidade pela Secretaria de Governo do México via EFE
Imagem cedidade pela Secretaria de Governo do México via EFE

Ministro mexicano sai ileso após acidente de helicóptero que sobrevoava região de terremoto

Pelo menos três pessoas morreram em terra quando a aeronave tombou no momento da aterrissagem

O Estado de S.Paulo

17 Fevereiro 2018 | 04h43

MÉXICO - Um helicóptero da Força Aérea Mexicana, que transportava o ministro de governo do México, Alfonso Navarrete, e o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, tombou na noite desta sexta-feira, 16, durante a aterrissagem na cidade de Pinotepa Nacional, no Estado de Oaxaca. Ambos saíram ilesos, mas pelo menos três pessoas morreram em terra.

O acidente ocorreu quando faltava de 30 a 40 metros para o pouso na região onde se registrou um forte terremoto de 7,2 graus que atingiu a Cidade do México mais cedo. A aeronave perdeu o controle e avançou sobre a terra para depois tombar, disse Navarrete à emissora Televisa. O helicóptero dirigia-se à zona de Oaxaca mais afetada pelo tremor que atingiu o centro e o sul do México.

+ Reconstrução após terremotos no México custará mais de US$ 2 bilhões

O ministro confirmou que "lamentavelmente, há gente que perdeu a vida" durante a aterrissagem. O jornalista Jorge Morales, da Televisa, que viajava no helicóptero e também saiu ileso, disse que viu, pelo menos, três vítimas fatais no local do acidente.

Ele relatou que, depois de avançar sobre a terra, o helicóptero tombou e caiu sobre veículos que estavam estacionados na região em que ia aterrissar.

Navarrete afirmou que, a bordo da aeronave, viajava pessoal militar, do governo de Oaxaca e de Proteção Civil, e que alguns dos ocupantes ficaram feridos, mas não informou quantos.

O ministro tinha viajado para Puerto Escondido na mesma tarde depois do terremoto para fazer  uma avaliação dos danos a fim de que o governo mexicano atenda à emergência. Lá, ele e o governador embarcaram no helicóptero com destino a Pinotepa Nacional, onde se registrou o epicentro e em cujas localidades próximas foram registrados os maiores danos materiais.

A Secretaria de Governo (Interior) confirmou, através do Twitter, que "devido ao acidente reportado, tanto o ministro Navarrete Prida como o governador do Estado de Oaxaca, Alejandro Murat, tiveram apenas contusões leves". "Segue a avaliação da gravidade das pessoas que ficaram feridas", acrescentou a nota. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.