Ministro pede demissão e denuncia cerco à mídia

O ministro da Informação da Jordânia, Taher Adwan, renunciou ontem ao cargo em protesto contra uma lei que, se aprovada, restringirá a liberdade de imprensa no país. De acordo com ele, em meio a uma discussão sobre uma nova legislação para ampliar a democracia, o governo tem se afastado das aspirações populares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.