Ministro propõe capturar Ahmadinejad

O ministro israelense Rafi Eitan propôs ontem que o presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad, seja seqüestrado e levado ao Tribunal Internacional de Haia por suas ameaças a Israel. Eitan é um ex-agente envolvido na operação para seqüestrar o líder nazista Adolf Eichmann. O Irã pediu uma resposta da ONU pelas ameaças de Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.