Ministro russo culpa negligência; submarino é localizado

O ministro da Defesa russo, Sergei Ivanov, disse neste domingo que o excesso de confiança e a negligência foram as causas do naufrágio do submarino nuclear K-159, ontem, no Mar de Barents. Ivanov disse que teve "elementos definitivos desta frívola confiança dos russos na sorte, de que tudo terminará bem". Ivanov informou que o K-159 foi localizado a uma profundidade de 238 metros.Sua reação foi no mesmo tom da declaração do presidente da Rússia, Vladimir Putin, que disse que "o mar exige discplina". "Isto confirma de novo a simples verdade de que todas as instruções e ordens devem ser levadas a sério", disse o ministro Ivanov. O K-159 afundou na madrugada deste sábado na mesma zona do Mar de Barents onde, dois anos antes, o submarino nuclear Kursk foi a pique, deixando mortos 118 marinheiros russos. O novo naufrágio deixou nove mortos, dentre uma tripulação de dez marinheiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.