Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ministro russo nega conflitos em relações com EUA

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, negou neste sábado, 17, que haja uma "predeterminação de confronto" na política de Moscou em relação a Washington, em reunião do Conselho de Política Externa e Defesa."Não temos nenhuma predeterminação de confronto nas relações com os americanos, nem se pode falar de Guerra Fria, pois não há fundamentos objetivos para isso. Mas isso não significa que não vamos criticar a política externa dos EUA", disse Lavrov, citado pela agência "Interfax".O Conselho de Política Externa e Defesa (CPED), criado em 1992, é uma ONG que reúne políticos, executivos, cientistas e altos funcionários do país, e tem como tarefa contribuir para o cumprimento dos objetivos de política externa e de defesa.Em seu discurso, o chefe da diplomacia russa citou a opinião de especialistas que consideram inevitável o fator messiânico na política externa de Washington, mas, ao mesmo tempo, advertiu que não se pode menosprezar o pragmatismo americano."Claro, a imagem das ações dos EUA nos assuntos internacionais dão lugar ao antiamericanismo", disse Lavrov, que considerou "prejudicial" esse fenômeno.Lavrov mostrou-se convencido de que, em suas relações com os Estados Unidos, a Rússia deve partir da base de importância da cooperação entre os dois países, e não das opiniões de pessoas que podem influir na elaboração da política externa americana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.