Ministros que não saíram deverão ser postos à prova

O novo gabinete francês deverá por à prova os pesos-pesados de centro-direita que permaneceram em ministérios-chave: Christine Lagarde, da Economia, Brice Hortefeux , do Interior, e François Baroin, do Orçamento. A esperada tendência à direita se confirmou com a saída do ex-socialista Bernard Koucher. O governo reduziu de 37 para 30 os cargos do gabinete.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.