Ministros quenianos morrem em queda de avião

Piloto e co-piloto também teriam morrido no acidente com a aeronave; causas do acidente são desconhecidas

Agências internacionais,

10 de junho de 2008 | 13h22

Um avião com dois membros do governo queniano caiu nesta terça-feira, 10. Segundo Salim Lone, porta-voz do primeiro-ministro Raila Odinga, o ministro de Obras Públicas do Quênia, Kipkalya Kones, e a secretária de Estado de Interior queniana, Lonar Laboso, estavam na aeronave e morreram no acidente.   O equipamento, um pequeno avião pertencente a uma companhia privada, caiu por volta das 14h30 (12h30 de Brasília), perto da localidade de Narok, cerca de 220 quilômetros ao sudoeste de Nairóbi, segundo uma emissora de TV, que cita fontes da polícia queniana.   Segundo o chefe de polícia de Narok, Patrick Wambani, piloto e co-piloto também teriam morrido no incidente. Ainda não há informações sobre as causas da queda. "O avião caiu em uma casa desocupada e se desintegrou", afirmou.   Os dois políticos mortos eram membros do Partido Democrático Laranja (ODM na sigla em inglês), liderado pelo premiê Raila Odinga.

Mais conteúdo sobre:
Quêniaacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.