Miss Honduras é presa com dinheiro não declarado

A modelo Bélgica Suárez, Miss Honduras 2009, foi presa por não declarar o equivalente a US$ 47 mil, em dinheiro vivo, após chegar ao país vinda da Nicarágua. Além dela, foi detido o nicaraguense Santiago Jarquín, motorista da picape em que viajava a modelo, que partiu de Estelí, na Nicarágua, e seguiria até a capital hondurenha.

AE, Agência Estado

07 de julho de 2011 | 15h19

"Suárez, de 25 anos, foi presa durante uma operação na rodovia entre Tegucigalpa e a fronteira com a Nicarágua", afirmou o porta-voz do Departamento de Serviços Especiais da polícia, o subcomissário Alex Madrid. "A jovem portava notas de diferentes denominações da Europa, entre euros e libras esterlinas", afirmou. "Ela alegou que o dinheiro havia sido obtido em seu trabalho como modelo na Europa."

Madrid informou que as autoridades enviaram a detida para a promotoria, sob a suspeita de lavagem de dinheiro. A lei estabelece que todas as pessoas devem declarar quantias superiores a US$ 10 mil ao entrar em Honduras. Suárez representou seu país no concurso Miss Universo realizado nas Bahamas, há dois anos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurasmissprisãodinheiroNicarágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.