Missão da ONU na Libéria é estendida por mais um ano

O Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) estendeu a missão de paz por mais um ano na Libéria, mas pediu planos do governo liberiano para transferir o poder às autoridades locais.

AE-AP, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 14h33

Uma resolução aprovada por unanimidade hoje pelo CS seguiu uma recomendação do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, a qual pede que eleições legislativas e presidenciais livres e justas na Libéria em 2011 sejam o "núcleo referencial" para futuras reduções de tropas do órgão no país africano.

Quando o CS autorizou a formação e o envio de uma força armada de paz em 2003, após um acordo ter terminado com vários anos de guerra civil, foi informado que eram necessários 15 mil soldados. O tamanho da força foi reduzido três vezes nos últimos anos e agora é de 8 mil soldados.

Tudo o que sabemos sobre:
missãopazONULibéria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.