Missão de monitoramento ficará mais 30 dias na Síria

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou por unanimidade a resolução que estende o mandato da força de observadores na Síria por mais um mês. O texto também deixa aberta a possibilidade de se renovar por outros 30 dias a missão formada por 300 monitores.

AE, Agência Estado

20 de julho de 2012 | 13h35

A Rússia disse que vetaria a resolução enviada pelo Reino Unido originalmente, mas juntou-se aos outros 14 membros do Conselho de Segurança e aprovou o texto revisado. O mandato será estendido novamente se o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, e o Conselho de Segurança confirmarem que não há mais uso de armas pesadas e a violência no país diminuiu.

A missão deveria retirar-se ainda nesta sexta-feira. A pressão para que o presidente Bashar Assad encerre a guerra civil está crescendo. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
SíriaONUdiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.