Mísseis atribuídos aos EUA matam 6 no Paquistão

Funcionários do serviço de inteligência paquistanês afirmaram suspeitar que aviões não tripulados dos Estados Unidos dispararam oito mísseis em duas instalações no noroeste do Paquistão, perto da fronteira afegã, matando pelo menos seis supostos militantes.

AE-AP, Agencia Estado

02 de fevereiro de 2010 | 14h15

As fontes, que pediram anonimato, afirmaram que o ataque desta terça-feira ocorreu na área de Degan, no Waziristão do Norte, parte da região tribal semiautônoma dominada por militantes. Esses rebeldes lançam ataques contra tropas dos EUA e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão.

Os EUA se recusam a discutir os supostos ataques com aviões não tripulados, comandados pela CIA no Paquistão. Funcionários já disseram, porém, em conversas particulares, que os ataques com mísseis mataram vários líderes do Taleban e da Al-Qaeda.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoTalebanAl-QaedaEUAmísseis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.