Mísseis dos EUA mataram 38 membros de partido curdo

O representante no Irã do partido islâmico curdo Jamaat Islami, Haj Balal Soleyman, disse hoje que pelo menos 38 integrantes do movimento foram mortos e outros 25 ficaram feridos nos ataques com mísseis lançados pelas forças anglo-americanas no norte do Iraque.Nesses bombardeios também morreram ou ficaram feridas 60 pessoas de outro movimento radical, o Ansar al-Islam, acusado pelos EUA de ter vínculos com a Al-Qaeda.Soleyman afirmou que 105 mísseis Tomahawk foram lançados contra posições dos dois movimentos, cujos quartéis-generais ficam próximos.Um porta-voz do Jamaat Islami indicou que a União Patriótica do Curdistão, que virtualmente governa a região norte iraquiana, ao longo da fronteira com o Irã, se prepara para lançar um ataque terrestre visando "liquidar definitivamente" as forças de Ansar al-Islam. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.