Míssil israelense atinge carro de líder do Hamas em Gaza

Helicópteros israelenses disparam nesta terça-feira pelo menos sete mísseis contra o carro do líder do Movimento da Resistência Islâmica (Hamas), Abdel Aziz Rantisi, no centro da cidade de Gaza. Segundo o médicos Moawiya Hassanain, do Hospital Shifa, em Gaza, Rantisi foi ferido na perna e não sofre risco de morrer. Duas pessoas morreram e outras 25 ficaram feridas, entre elas três guarda-costas de Rantisi e o filho do líder extremista. Após o incidente, Mahmoud Zahar, outro líder do Hamas, afirmou que novos ataques vão acontecer contra Israel. ?Eles podem esperar uma punição severa por este crime?. Centenas de simpatizantes do Hamas protestaram em frente ao hospital para onde Rantisi vou levado dando tiros para o alto e gritando que "a Jihad - guerra santa - continuará". Rantisi, que já esteve preso em Israel, tem atuado como porta-voz do Hamas em Gaza, local de grande concentração do grupo extremista. Na semana passada, o Hamas afirmou que não negociará com o primeiro-ministro palestino, Mahmud Abbas, um cessar-fogo contra alvos israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.