AP Photo/Bruce Crummy
AP Photo/Bruce Crummy

Missionários norte-americanos detidos na Venezuela retornam para casa

Os quatro missionários norte-americanos que foram expulsos da Venezuela no final de semana disseram, na chegada aos EUA, que estão felizes por poder voltar para casa. Eles afirmaram ainda que planejam retornar ao país algum dia, apesar das manifestações hostis do governo Nicolás Maduro.

AE, Estadão Conteúdo

03 Março 2015 | 18h29

O grupo foi detido na Venezuela em meio ao aumento da tensão política entre o país sul-americano e os Estados Unidos. Eles foram informados de que não tinham os vistos de trabalho necessários para atuar no país, algo que não havia sido exigido anteriormente durante os 14 meses em que eles atuaram em projetos sociais.

O líder do grupo, Arlynn Hefta, classificou o fato como uma experiência "angustiante", mas disse que os religiosos não foram agredidos fisicamente e que eram tratados pelos policiais de uma forma "minimamente adequada". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA Venezuela Missionários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.