Missouri declara estado de emergência em Ferguson

O governador do Missouri, Jay Nixon, declarou estado de emergência e anunciou um toque de recolher no subúrbio de St. Louis onde um adolescente negro foi morto por um policial branco na semana passada.

AE, Estadão Conteúdo

16 de agosto de 2014 | 18h13

Nixon disse neste sábado que o estado não irá permitir que um pequeno grupo de saqueadores coloque em risco a comunidade e que deve haver calma para que a justiça seja feita. O toque de recolher estará em vigor entre meia-noite e as 5h (horário local).

O governador ainda informou que o Departamento de Justiça dos EUA está incrementando a investigação e que dezenas de agentes do FBI estão trabalhando no caso.

A cidade de Ferguson, no subúrbio de St. Louis, tem enfrentado uma onda de protestos desde 9 de agosto, quando o adolescente de 18 anos Michael Brown foi morto por um policial.

As autoridades identificaram Darren Wilson como o responsável pela morte de Brown. O chefe da polícia de Ferguson, Thomas Jackson, apresentou evidências para acusar Brown de roubar uma caixa de cigarros no valor de US$ 48,99 e agredir um homem durante a fuga.

Segundo o chefe da polícia, o policial abordou Brown porque ele estava andando no meio da rua e bloqueando o trânsito, e somente então descobriu os itens roubados da loja. Testemunhas disseram ter visto o adolescente levantar as mãos para o alto em sinal de rendição antes de o policial atirar.

Os protestos voltaram a ganhar força na madrugada de sexta-feira para sábado. Um pequeno grupo chegou a invadir e saquear a loja de conveniência onde Brown foi acusado de roubar. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Euamissouriestado de emergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.