Mladic tem condições para ser extraditado, diz juiz

Um tribunal de Belgrado decidiu que o ex-general servo-bósnio Ratko Mladic tem condições de saúde para ser julgado e pode ser extraditado para um tribunal da Organização das Nações Unidas (ONU). Ratko Mladic é acusado por crimes de guerra e genocídio durante a Guerra da Bósnia, dentre eles o episódio do massacre de Srebrenica, em 1995. Ele foi preso ontem na Sérvia.

AE, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 12h51

O filho dele, Darko Mladic, afirmou que o ex-comandante militar não está com condições de saúde para ser transferido a fim de ser julgado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Iugoslávia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.