Moçambique condena 3 ex-autoridades por corrupção

Um tribunal de Moçambique sentenciou três pessoas a pelo menos 20 anos de prisão no maior caso de corrupção desde a independência do país, em 1975. Os promotores acusaram os três de roubarem cerca de US$ 2 milhões da companhia que administra os aeroportos de Moçambique.

AE-AP, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 10h41

O ex-ministro de Transportes Antonio Munguambe foi condenado a 20 anos de prisão. Duas outras ex-autoridades foram sentenciadas a 20 e 22 anos. Munguambe foi demitido no ano passado, não por causa do escândalo de corrupção, mas por causa de manifestações em Maputo contra o alto preço dos combustíveis. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Moçambiquecorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.