Mofaz aceita o cargo de ministro de Defesa de Israel

O ex-chefe do Estado Maior do Exército de Israel, o general da reserva Shaul Mofaz, aceitou o cargo de ministro de Defesa proposto pelo primeiro-ministro, Ariel Sharon, segundo um assessor de Mofaz. Ele ocupará o cargo que era de Benjamin Ben-Eliezer, que renunciou nesta quarta-feira junto com o ministro das Relações Exteriores, Shimon Peres, e outros quatro ministros trabalhistas por não concordarem com o orçamento de 2003. Shaul Mofaz, chefe das Forças Armadas de 1999 a 2002, foi o responsável pela operação militar "Muro de Defesa", em abril deste ano, na Cisjordânia. Ele é a favor da deportação do líder palestino Yasser Arafat, que declarou que considera a nomeação de Mofaz um perigo para a estabilidade da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.