Moldávia coloca fronteiras em alerta

O governo da Moldávia colocou suas fronteiras em alerta por causa dos distúrbios na vizinha Ucrânia. A medida foi anunciada nesta segunda-feira pelo governo depois de a cúpula militar ucraniana ter enviado uma unidade de elite para a cidade portuária de Odessa.

AE, Agência Estado

05 Maio 2014 | 19h30

Em comunicado conjunto assinado pelo presidente Nicolae Timofti, pelo primeiro-ministro Iurie Leanca e pelo presidente do Parlamento, Igor Coreman, o governo ordena às forças de segurança que "tomem todas as medidas necessárias para a manutenção da ordem pública dentro do país".

A decisão foi anunciada depois de uma reunião a portas fechadas na qual os três discutiram a crise na vizinha Ucrânia.

Cerca de 1.500 soldados russos encontram-se estacionados na república separatista de Trans-Dniester, que recentemente pediu para deixar de fazer parte da Moldávia e ser assimilada pela Rússia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Moldávia fronteira Ucrânia alerta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.