Monções deixam mais de 300 mortos no sul da Ásia

Deslizamentos de terra no Nepal mataram 11 pessoas; oito outras foram declaradas mortas depois que o barco em que viajavam virou na Índia. Com isso, o número de mortes causadas pelas chuvas de monção no sul da Ásia chega a 300. As chuvas torrenciais, que começaram em meados de junho, causaram deslizamentos, desmoronamentos, choques elétricos e surtos de doenças transmissíveis pela água na Índia, Paquistão, Bangladesh e Nepal.Com vastas áreas do sul da Ásia ainda inundadas, autoridades da Índia temem que o excesso de chuvas no leste do país possa significar uma seca no norte e no oeste, onde os fazendeiros ainda esperam por chuva. O gabinete indiano se reuniu e pediu que o Ministério da Agricultura faça um relatório com a previsão de safra.A inundação no leste do país tende a piorar, com mais chuva prevista para os próximos dias, dizem os serviços de resgate. Pelo menos 197 pessoas morreram na Índia. Em Bangladesh, as chuvas isolaram mais de 3 milhões de pessoas, impedidas de deixar suas casas, e mataram 55, a maioria crianças que se afogaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.