Mondale aceita disputar vaga no Senado americano

O ex-vice-presidente americano Walter Mondale declarou que aceitará concorrer ao Senado por Minnesota, no lugar do falecido Paul Wellstone. Mondale, que informou sua decisão em uma carta enviada ao presidente estadual do Partido Democrata, Mike Erlandson, deverá ser confirmado como candidato ainda nesta noite.Wellstone, senador democrata por Minnesota que concorria à reeleição, morreu na queda do avião no qual viajava na última sexta-feira. A esposa e a filha dele, e outras cinco pessoas, também morreram no acidente.Segundo uma pesquisa publicada hoje pelo jornal Star Tribune de Minneapolis, Mondale, que já havia sido citado como provável substituto de Wellstone, teria 47% dos votos de Minnesota para o Senado, contra 39% do candidato republicano Norm Coleman. Este resultado é próximo ao registrado pelo último levantamento, que dava 47% para o falecido Wellstone e 41% para Coleman. A diferença de oito pontos porcentuais entre Mondale, que foi vice do ex-presidente Jimmy Carter, e Coleman é maior que os 3,9 pontos porcentuais de margem de erro da pesquisa. O levantamento, realizado pelo instituto Minnesota Poll, ouviu 639 adultos na segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.