Monge budista traficava droga dentro de templo

O monge budista Tong Sung, de 25 anos, foi preso sob acusação de tráfico de drogas no interior de um templo da província de Steung Treng, no Camboja. No local, a polícia apreendeu um quilo de ópio. A polícia também deteve um suposto cúmplice do monge, um taxista de 23 anos que tentava comercializar a droga na região, próxima à fronteira com o Laos. Um consumidor de droga informou à polícia que o monge tinha oferecido a ele o ópio para que fosse comercializado em Phnom Penh, capital do país. De acordo com a polícia, o ópio, principal matéria-prima da heroína, chegou ao monge vindo do "Triângulo Dourado" das drogas, formado por Laos, Tailândia e Mianmar. O monge e o taxista podem ser condenados a dez anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.