Monja lança livro sobre os excluídos da África

A monja católica e ex-jornalista Arcelina Helena Públio, que vive em um mosteiro em Goiás, está lançando o livro Perdão, África perdão!. Esta é a segunda obra da autora, parte de um projeto de peregrinação de 500 dias entre os excluídos dos cinco continentes. Arcelina Helena passou 115 dias na África, entre favelas da África do Sul; em Angola, um país em guerra há 31 anos; no Quênia, onde conviveu com a epidemia da aids. Em uma das 100 favelas de Nairóbi, Corococho, viu nascer o movimento de luta dos africanos sem-teto. Também esteve no Senegal, entre famílias de muçulmanos. A monja disse que ?as desumanidades, que continuam sendo perpetradas contra África e o seu povo, fizeram crescer em mim a necessidade de pedir perdão, o que gerou o título do livro?. O trabalho traz, ainda, registros fotográficos.Perdão, África, perdão! será lançado amanhã, às 19 horas, na Biblioteca Cervantina Públio Dias, no Instituto de Cultura Espânica, em São Paulo, na Rua Condessa de São Joaquim 323, Bela Vista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.