Monóxido de carbono intoxica 65 crianças na China

Sessenta e cinco crianças sofreram intoxicação por monóxido de carbono no norte da China depois que a fumaça de uma caldeira de aquecimento entrou nos quartos onde elas dormiam, informou hoje a mídia chinesa. Dezenove das 65 crianças intoxicadas continuam internadas em hospitais da província chinesa de Mongólia Interior, divulgou a agência de notícias Nova China. Segundo Meng Lei, um funcionário do serviço local de saúde, nenhuma criança está em condição crítica de saúde.Telefonemas às autoridades locais não foram respondidos hoje. O incidente aconteceu no dormitório da escola primária Niuchang, em Hohhot, a capital regional. A intoxicação foi percebida na manhã de ontem, quando dezenas de alunos queixaram-se de tontura ao acordar. O monóxido de carbono é um gás incolor e inodoro. A exposição moderada à substância pode causar dores de cabeça, tontura, náusea e confusão mental. A exposição prolongada pode levar à morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.