Monóxido de carbono mata seis estudantes chineses

Um vazamento de monóxido de carbono foi a causa da morte de seis crianças num colégio rural da província de Shanxi, no norte da China, segundo fontes oficiais citadas neste sábado pela agência estatal "Xinhua".O acidente aconteceu na segunda-feira, quando as crianças, internas da escola de Nanyao, ficaram repentinamente doentes após o jantar. Elas morreram menos de uma hora depois, a caminho do hospital.Em princípio, havia a suspeita de um envenenamento proposital. Mas os exames comprovaram a intoxicação com monóxido de carbono. O gás vinha de um gerador próximo ao quarto dos estudantes, explicou Kang Xingyou subdiretor do departamento de segurança pública da província. As vítimas são dois meninos e quatro meninas de 6 a 10 anos.De acordo com a agência de notícias, três empregados da escola foram detidos: Shi Yanfang, cozinheiro; Zheng Zhaogang, trabalhador de manutenção; e Wang Xiaoliu, professor. A fonte não precisou que acusações eles iriam enfrentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.