Montanhas da Ilha Hispaniola detêm tempestade Emily

A tempestade tropical Emily se desfez nesta quinta-feira enquanto atravessava a montanhosa região de fronteira entre o Haiti e a República Dominicana, que compartilham a Ilha Hispaniola, mas não sem antes causar enchentes e danificar centenas de imóveis no lado haitiano.

Agência Estado

04 de agosto de 2011 | 18h57

Meteorologistas do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos informaram que a tempestade tropical perdeu muita força e transformou-se em um sistema de baixa pressão. O sistema ainda causa chuvas em diversas áreas da Ilha Hispaniola, mas todos os alertas de tempestade tropical emitidos por conta da passagem de Emily foram cancelados.

As chuvas causaram enchentes e danificaram imóveis no norte do Haiti, inclusive um centro de tratamento de cólera, mas não há informações sobre mortes causadas pela tempestade. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
TempestadeEmily

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.