Montevidéu quer combater consumo excessivo de álcool

O governo uruguaio enviou ontem ao Parlamento um projeto de lei que pretende combater o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. A iniciativa, que será debatida por comissões parlamentares antes de ser votada pelo Congresso, criará um organismo regulador que emitirá licenças específicas para os pontos de comercialização, com o objetivo de evitar a venda de bebidas alcoólicas por ambulantes.

O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2013 | 02h04

O futuro órgão será encarregado de "promover e propor ações para administrar os riscos e reduzir os danos associados ao consumo problemático de álcool". A nova legislação pretende ainda elevar os impostos aplicados às bebidas alcoólicas e usar esse dinheiro - assim como o arrecadado pelas licenças de venda - para prevenção do alcoolismo e para o tratamento de alcoólatras. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.