Monti diz que acredita que Bersani poderia governar bem

O primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, afirmou nesta quarta-feira em um entrevista a rádio estatal RAI que ele acredita que o líder do Partido Democrático, Pierluigi Bersani, poderia ser um bom premiê.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 08h12

"Eu acredito que ele poderia governar muito bem. Por enquanto, além dos ministérios que ele gerenciou no passado, isso não está provado, mas eu acredito que isso possa acontecer se ele se tornar primeiro-ministro", disse Monti, que está concorrendo nestas eleições como líder de um partido político próprio.

No entanto, Monti acrescentou que a coalizão de centro-esquerda, que Bersani lidera, não mostra "a habilidade e talvez a vontade de implementar as medidas que poderiam deixar a Itália economicamente mais competitiva".

Pesquisas recentes apontam para um vitória da coalizão de centro-esquerda, embora a diferença não seja grande o suficiente para ser concretizada sem uma aliança com Monti.

"É difícil dizer agora com quem nós podemos criar uma aliança. Nós gostaríamos de estar em um governo com pessoas... que querem deixar a economia mais dinâmica e nossa sociedade mais justa", afirmou Monti.

Ele também criticou gestões anteriores do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que lidera a coalizão de centro-direita. "Berlusconi fez um monte de promessas no passado. Ele acha que tem as mantido, mas todo mundo sabe que não é o caso. Italianos e o mundo julgaram sua capacidade para dirigir o país", disse Monti.

Itália terá eleições parlamentares nos dias 24 e 25 de fevereiro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaEleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.