Moradores do Havaí deixam suas casas com avanço da lava

Moradores do Havaí deixam suas casas com avanço da lava

Lava invade pela primeira vez regiões habitadas desde que cientistas começaram a emitir alertas, em agosto.

O Estado de S. Paulo

29 de outubro de 2014 | 15h22

PAHOA - Funcionários da defesa Civil no Estado americano do Havaí informaram, na noite de terça-feira, 28, que a lava de um vulcão local chegou a 340 metros da estrada principal na cidade de Pahoa, na região agrícola e florestal de Ilha Grande.

A lava entrou em uma propriedade privada ao lado da estrada principal e queimou pneus e outros materiais. As autoridades levaram horas para alertar os moradores sobre problemas respiratórios a continuarem em casa. A lava estava se movendo a cerca de 10 a 15 metros por hora.

A lava ganhou velocidade na semana passada, depois de semanas de lentidão, em um movimento de idas e vindas. Ela entrou na floresta e na pastagem e cruzou áreas habitadas pela primeira vez desde que os cientistas começaram a emitir alertas, em agosto.

Os moradores de Pahoa tiveram semanas para se preparar para o que tem sido descrito como um desastre em câmera lenta. A maioria deixou o local ou está se preparando para ir embora.

Pelo menos 50 ou 60 estruturas, incluindo residências e empresas, estão em uma área que a defesa civil alertou diversas vezes que pode ser atingida. / ASSOCIATED PRESS 
Tudo o que sabemos sobre:
HavaívulcãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.