Morales convoca oposição para reunião sobre autonomia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, chamou quatro governadores da oposição para um diálogo "sem precondições" amanhã sobre a implementação de um regime autônomo. Segundo Morales, a intenção do encontro é também analisar como fortalecer o Conselho Nacional Autônomo. O ministro de Autonomias, Carlos Romero, disse hoje que os governadores de Santa Cruz, Beni, Tarija e Chuquisaca receberão um convite formal para o evento. Os quatro não participaram de uma reunião com Morales no mês passado.Mario Cossío, governador de Tarija, no sul boliviano, ressaltou a importância de se "construir pactos", mas advertiu que "jamais se permitirá que a aproximação com o governo signifique o retrocesso do departamento em sua busca de uma autêntica autonomia", segundo declarações no jornal La Prensa hoje. Os outros governadores ainda não se pronunciaram.Morales trabalha para aplicar a nova Constituição, aprovada em 25 de janeiro em referendo, na qual se reconhece a autonomia dos Estados. O texto outorga, porém, menos autonomia que a desejada pelos oposicionistas. Em 2007, os governadores de Santa Cruz, Beni, Pando e Tarija realizaram referendos para aprovar estatutos autônomos próprios, considerados ilegais pelo governo de Morales.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.