Morales diz que enfrentará "com armas" um ataque dos EUA

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse nesta quarta-feira estar disposto a enfrentar "com armas" um eventual ataque do "império" americano contra seu país, Cuba ou Venezuela.Morales fez essa afirmação em seu discurso de homenagem a Ernesto "Che" Guevara no 78º aniversário do nascimento desse personagem histórico, em um ato na cidade boliviana de La Higuera, onde o guerrilheiro argentino foi executado em 1967. "Agora, não são os povos os que levantam as armas contra o império", disse em alusão à sua vitória nas urnas em dezembro passado e à sua forma diferente de lutar em relação à de "Che". "O que estamos vendo é que é o império que levanta as armas contra os povos", opinou."Se o fizerem (os ataques) em Cuba, Venezuela ou na Bolívia, estamos dispostos a enfrentar (os Estados Unidos) e a defender também com armas a pátria, os recursos naturais e outras transformações sociais", advertiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.