Morales e Ahmadinejad chegam a Havana para cúpula de Cuba

Os presidentes da Bolívia, Evo Morales, edo Irã, Mahmoud Ahmadinejad, chegaram nesta quinta-feira a Havana para participarda XIV Cúpula do Movimento de Países Não-Alinhados (Noal). Morales, um dos principais aliados de Cuba na América Latina, foirecebido no aeroporto pelo vice-presidente cubano, Carlos Lage. Ao contrário do que havia se especulado, o presidente bolivianodesembarcou em Cuba sem a companhia do chefe de Estado venezuelano,Hugo Chávez, cuja chegada havia sido anunciada nesta quarta-feirapela organização da cúpula. Dezenas de fotógrafos e jornalistas esperaram durante todo o diaa chegada do líder venezuelano, que provavelmente desembarca nesta quinta-feira nacapital cubana. Morales também participará da I Cúpula de Países emDesenvolvimento sem Litoral, que acontecerá nesta quinta-feira no Palácio dasConvenções de Havana. O presidente do Irã foi recebido no aeroporto pelo ministro daIndústria Pesqueira cubano, Alfredo López. A presença de Ahmadinejad gerou grande expectativa na reunião deHavana, que será concluída com uma declaração sobre o direito dosEstados-membros do Noal de produzir energia nuclear. O presidente iraniano chegou à ilha procedente do Senegal, emmeio a uma viagem cujo roteiro inclui ainda Venezuela e Nova York,entre os dias 18 e 20. Em Nova York, Ahmadinejad participará daAssembléia Geral da ONU. A imprensa oficial cubana informou nesta quinta-feira que o ministro das ForçasArmadas e presidente interino de Cuba, Raúl Castro, se reuniu naquarta-feira com os presidentes da Argélia, Abdelaziz Bouteflika; doVietnã, Nguyen Minh Triet; e da Malásia, Abdullah Ahmad Badawi. A XIV Cúpula do Movimento de Países Não-Alinhados reunirá entresexta-feira e sábado, em Havana, cerca de 50 chefes de Estado e deGoverno, segundo os organizadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.