Morales pede ajuda contra falta de água

BOLÍVIA

, O Estado de S.Paulo

10 de janeiro de 2011 | 00h00

O presidente boliviano, Evo Morales, pediu aos prefeitos do país que somem esforços para obter US$ 300 milhões para combater o efeito da próxima estação seca. O objetivo é levar água potável e irrigação a mais de 340 municípios. Morales admitiu que planejava levantar fundos por meio do corte do subsídio de combustível, mas teve de revogar o aumento por causa de protestos no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.