Morales pede ao Chile avanço sobre acesso ao Pacífico

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje que espera que o governo do seu colega chileno, Sebastián Piñera, faça uma proposta "concreta" sobre o tema marítimo antes de 23 de março. Nesse dia, a Bolívia lembra a derrota para o Chile na Guerra do Pacífico (1879-1883), que custou ao país seu acesso ao Oceano Pacífico. Morales quer que o Chile ceda à Bolívia um corredor de acesso ao mar.

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 17h58

"De maneira respeitosa, quero pedir ao governo do Chile, ao presidente, ao povo chileno que até o dia 23 de março apresente uma proposta concreta, que seja uma base para debater a solução. Isso seria uma enorme satisfação para o povo boliviano", afirmou. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileBolíviaacessoPacífico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.