Morales tem esperança de conquistar presidência da Bolívia

O líder cocaleiro Evo Morales, candidato à presidência de Bolívia pelo partido Movimento ao Socialismo (MAS), afirmou hoje que falta apenas conseguir o apoio de cinco deputados para ser eleito presidente do país pelo Congresso. "Faltam apenas cinco deputados para chegarmos ao governo", disse Morales, que ainda não perdeu as esperanças de ser nomeado, apesar de seu principal concorrente, o neoliberal Gonzalo Sánchez de Lozada, ter formado uma aliança eleitoral que lhe dá vantagem no Parlamento. O Congresso se reunirá no domingo para indicar o presidente entre os dois candidatos mais votados em 30 de junho. Este é o mecanismo previsto pela Constituição quando nenhum postulante consegue maioria simples na votação direta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.