Morales vai se encontrar com presidente iraniano

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse que vai discutir as relações comerciais e diplomáticos como presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad quando os líderes se encontrarem no Equador na segunda-feira para a posse do presidente eleito do país, Rafael Correa. "O presidente do Irã me pediu um encontro bilateral", afirmou Morales em uma coletiva de imprensa na noite de sábado em Cochabamba, 230 quilômetros a sudeste da capital La Paz. "Eles propuseram um acordo diplomático conosco, ou na verdade nós já discutimos acordos comerciais e veremos se é necessário ter um acordo diplomático também."Morales disse que o Irã ofereceu suporte tecnológico para os esforços do país andino para industrializar o setor de agricultura. "Eu estou sonhando que a Bolívia poderia ter uma fábrica para construir seus próprios tratores", disse. "Nos contatos com o Irã, que são difíceis às vezes por causa das línguas diferentes, eles nos disseram que estão muito interessados em investimentos. Vamos ver onde isso vai dar."A Bolívia já concordou em comprar uma série de fábricas de processamento de leite do Irã, disse Morales. Morales disse que também se encontraria com o presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva para discutir a proposta de aumento no preço que o País paga pelo gás boliviano, assunto de longas negociações entre os dois países.Ele também pretende se encontrar no Equador com os presidentes Hugo Chávez, da Venezuela, e Alan García, do Peru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.